fbpx
a

Lorem ipsum dolor sit amet, conse ctetur adip elit, pellentesque turpis.

blog-scopphu

Scopphu

  /  Artigo   /  A agilidade chegou aos RH
A agilidade chegou aos RH

A agilidade chegou aos RH

Nos últimos anos, o papel dos Recursos Humanos tem vindo a mudar de forma radical, passando de uma função administrativa para outra mais estratégica. Isto tudo graças à implementação da agilidade.

Esta mudança de mindset dos profissionais, que permitiu reduzir as burocracias e a demora nos processos, criou impacto a todos os níveis. E fez com que a maior parte das empresas quisesse saber mais e acompanhar esta tendência.

Agora a maior parte dos departamentos de Recursos Humanos guiam-se por uma cultura ágil. Os profissionais deste setor passam a estar mais perto das equipas – para que todos consigam colaborar e tomar decisões mais rápidas -, promovem a flexibilidade e apoiam incondicionalmente o cliente.

Este processo de transformação traz consigo uma importante novidade: o cliente é agora o principal foco. O reconhecimento do indivíduo e a sua valorização são dois dos principais objetivos desta metodologia.

O documento que nos guia

Sabias que existe um Manifesto de RH Ágil? Este documento foi criado – e adaptado – a partir do Manifesto para o desenvolvimento ágil de software, de que já te falámos neste artigo.

Os profissionais de Recursos Humanos passam a valorizar:

  • Redes colaborativas em vez de estruturas hierárquicas
  • Mais transparência e menos sigilo
  • Adaptabilidade em vez de rigidez
  • Mais inspiração 
  • Motivação intrínseca em vez de recompensas externas
  • Mais ambição

No fundo, o departamento de Recursos Humanos é a força organizacional que impulsiona o negócio, focando-se em descobrir competências nos indivíduos para que as equipas de trabalho sejam coesas e resultem realmente.

Trabalhas em Recursos Humanos e achas que seria uma mais-valia investires nesta área? A formação de Agile RH vai ajudar-te a implementar a agilidade na tua empresa. Consulta as informações no nosso site e descobre mais.

Publicar um comentário